Com 'Os Dez Mandamentos', Record e impôs derrota à novela das nove da Globo, mas mentiu para o público

Por Rodrigo Felicio ([email protected]) em 07/09/2021 às 19:00:00

O "Memória da TV" está prestando uma homenagem às telenovelas, que em dezembro deste ano comemoram 70 anos no Brasil. E nossa viagem, que já começou, é "de trás para frente".

Regularmente, um texto novinho pra você, com curiosidades e muita história.

Hoje vamos falar da novela "Os Dez Mandamentos", exibida em 2015.

A trama foi um dos fenômenos de audiência que a Record TV experimentou após a retomada da produção de telenovelas. Logo em sua estreia, desbancou o SBT e, em pouco tempo, passou a incomodar a poderosa Globo em pleno horário nobre.

Repleta de efeitos especiais, a trama de Vivian de Oliveira chegou a atrair até mesmo quem era alheio às histórias bíblicas.

A sequência da travessia do Mar Vermelho, por exemplo, chegou a liderar a audiência em São Paulo, principal mercado do Brasil, abrindo uma vantagem de 8 pontos sobre a Globo. A emissora carioca, tinha em cartaz novelas realistas como "A Regra do Jogo", o que beneficiou a Record.


"Os Dez Mandamentos" trazia a saga de Moisés desde seu nascimento até a chegada de seu povo à Terra Prometida, passando pela fuga do Egito através do Mar Vermelho e o encontro com Deus no Monte Sinai. Tinha como fonte os livros bíblicos Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.

A novela relatou mais de cem anos de história, dividida em quatro fases, com dezenas de personagens.

But, foi – e ainda é – anunciada pela emissora ao público e em releases como a primeira novela brasileira baseada numa história bíblica. E isto não é verdade.


Primeiro que "Os Dez Mandamentos" foi novela na TV Tupi nos anos 50. Em 1955 a trama contando a vida de Moisés foi retratada em cinco capítulo escritos por Tatiana Belinky. No elenco nomes como Herné Lebon (Abraão), José Serber (Moisés) e Wilma Camargo. Três anos depois, em 1958, agora em seis capítulos, a história foi recontada com outro elenco. Tudo bem que as novelas não eram diárias nesta época, mas ainda sim foi totalmente baseada na bíblia.

Considerando novelas diárias, "O Rouxinol da Galiléia", exibida pela TV Tupi em 1968, era também uma trama bíblica, baseada na Paixão de Cristo. Foi exibida por três meses e tinha no elenco Laura Cardoso, Patricia Mayo e Lima Duarte.

Mas voltemos à versão da Record.

A novela fez tanto sucesso que a emissora exibiu uma segunda temporada, quase cinco meses após o final da primeira. A trama mostrava Moisés, após a libertação do povo do Egito, conduzindo milhares de hebreus pelo deserto rumo à Terra Prometida. Esta aliás, seria a novela seguinte da faixa.

----

E não perca nossa "viagem" pelas novelas que entraram para a história da TV!

E veja todos os textos que publicamos, reunidos aqui!

Comunicar erro

Comentários