'The Voice Kids' é indicado pelo quarto ano consecutivo ao Emmy Kids Internacional

Quinta temporada do reality show concorre ao prêmio na edição de 2021

Por Redação em 07/09/2021 às 16:23:20

A Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão anunciou, na manhã desta terça-feira, dia 07, os indicados ao Emmy Kids Internacional 2021. Pelo quarto ano consecutivo, a versão brasileira do 'The Voice Kids', que estreou em 2016, recebe a indicação e concorre ao Emmy Kids, desta vez na categoria "Factual e Entretenimento". O programa concorre com produções da Jordânia, Reino Unido e Bélgica. O 'The Voice Kids' é a única produção brasileira a concorrer ao prêmio em todas as categorias. Os vencedores serão anunciados em uma cerimônia virtual, no dia 12 de outubro de 2021.

A quinta temporada do reality musical, que teve candidatos entre 9 e 15 anos, contou com André Marques e Thalita Rebouças no comando da atração e teve Carlinhos Brown, Simone & Simaria e Claudia Leitte no time de técnicos. Interrompido por conta da pandemia em março de 2020, o programa voltou ao ar em setembro, com Mumuzinho como técnico no lugar de Claudia Leitte, e consagrou Kauê Penna como grande vencedor em uma final ao vivo, no dia 11 de outubro. Participante do time de Carlinhos Brown,o jovem cantor estava na disputa pelo título com Maria Eduarda Ribeiro (time Claudia Leitte, com Mumuzinho) e Paulo Gomiz (time Simone & Simaria). Além de contrato com a Universal Music, Kauê recebeu R$ 250 mil como prêmio.

A quinta temporada foi a última com Flavio Goldemberg à frente da direção geral. O diretor faleceu em janeiro de 2020. Creso Eduardo Macedo assumiu a direção do programa na fase final.

Única televisão brasileira a receber o Emmy Internacional, a Globo acumula 17 prêmios, incluindo o primeiro 'Directorate Award", recebido por Roberto Marinho, fundador da Globo, em 1976. O segundo foi conquistado em 1981, com o musical 'A Arca de Noé'. No ano seguinte, foi a vez de 'Morte e Vida Severina'. Roberto Marinho recebeu novamente o prêmio na categoria 'Direção' em 1983. Na estreia da categoria 'Melhor Novela', em 2009, o Emmy foi para 'Caminho das Índias', de Glória Perez. Em 2011, a emissora foi novamente vencedora na categoria 'Melhor Novela' com 'Laços de Sangue', coprodução com a SIC, exibida em Portugal. No mesmo ano, no Emmy Internacional de Jornalismo, a Globo foi premiada pela cobertura do 'Jornal Nacional' sobre a invasão do Complexo do Alemão. Em 2012, duas estatuetas foram conquistadas com as produções 'O Astro' como 'Melhor Novela', e 'A Mulher Invisível', por 'Comédia'. No ano seguinte, além do prêmio de Fernanda Montenegro como 'Melhor Atriz', a Globo levou a estatueta de 'Melhor Novela' com 'Lado a Lado'. Já em 2014, Roberto Irineu Marinho, Presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo, foi homenageado com o prêmio de Personalidade Mundial da Televisão, por sua liderança da marca Globo, nacional e internacional. No mesmo ano, 'Joia Rara' conquistou o prêmio de 'Melhor Novela'. Em 2015, 'Império' levou o prêmio de 'Melhor Novela', e 'Doce de Mãe'', de 'Melhor Comédia'. Em 2016, Verdades Secretas' foi eleita a 'Melhor Novela'. Em 2019, a Globo recebeu o prêmio inédito de "Melhor Série" no Emmy Internacional Kids com 'Malhação: Viva a Diferença', escrita por Cao Hamburger e dirigida por Paulo Silvestrini.


Comunicar erro

Comentários