Ta passada? Em 1998 Silvio Santos tirou Ratinho da Record e pagou multa milionária

Valor inicial era de R$ 43 milhões, porem o SBT desembolsou 'apenas' R$ 14 milhões

Por Redação em 28/08/2021 às 12:18:17

Em 1998 Ratinho vivia na Record o auge de seu sucesso.

O programa 'Ratinho Livre' havia estreado em 1997 e, em pouco tempo, as brigas e confusões no palco por conta dos testes de DNA ou assuntos bizarros que o programa tinha na pauta, conquistaram uma audiência extraordinária para a emissora. Chegava a bater a Globo com frequência.

De olho no sucesso e com dinheiro em caixa, Silvio Santos fez uma negociação milionária e tirou o apresentador da Record. Após uma semana de negociações, Massa assinou contrato com a emissora de Silvio Santos para ganhar salário em torno de R$ 1 milhão mensais (incluindo merchandising).

O SBT concordou em pagar uma multa rescisória do contrato de Ratinho, que, segundo a direção da Record, girava em torno de R$ 43 milhões. Esse número é quase o que Edir Macedo pagou pela compra da Record em 1990 (R$ 45 milhões). No entanto, um ano depois a multa foi renegociada e o SBT desembolsou 'apenas R$ 14 milhões.

Na época, Ratinho levou toda a sua equipe para o SBT e estreou seu 'Programa do Ratinho' em 8 de setembro daquele ano. A atração voltou a incomodar a Globo e chegou a bater a audiência da emissora durante, até mesmo, a novela das 21h.

A coletiva de apresentação de Ratinho como novo contratado foi exibida ao vivo no final da manhã do dia 28 de agosto de 1998. E claro, não estaríamos falando do SBT se a emissora não tivesse reprisado a coletiva em seu horário nobre. A ação cravou média de 14 pontos no Ibope.

Ta passada?

Comunicar erro

Comentários