Facebook Messenger adiciona opção de segurança para chamadas de voz e vídeo; veja como ativar

Aplicativo ganhou a possibilidade de contar com criptografia de ponta a ponta em ligações. Camada de segurança torna a comunicação acessível apenas aos participantes

Por Redação em 13/08/2021 às 18:03:16
Aplicativo ganhou a possibilidade de contar com criptografia de ponta a ponta em ligações. Camada de segurança torna a comunicação acessível apenas aos participantes das conversas. Chamadas de voz e vídeo no Messenger, do Facebook, agora serão criptografadas de ponta a ponta

Divulgação

O Facebook anunciou nesta sexta-feira (13) que adicionou a opção de criptografia de ponta a ponta para as chamadas de voz e vídeo do Messenger.

Essa camada de segurança embaralha os dados da comunicação de modo que apenas os participantes da conferência possam ver o que está sendo transmitido.

LEIA MAIS: Afinal, o que é criptografia e para que ela serve?

A tecnologia está disponível para as mensagens de texto no app desde 2016. Porém, ela não é ativa por padrão, veja como usar:

Vá até uma conversa que deseja habilitar a criptografia de ponta a ponta;

Toque no ícone de "i", que aparece no canto superior direito;

Selecione a opção "Ir para uma conversa secreta".

Em uma "conversa secreta", o chat e as ligações ficarão criptografadas.

Os chats e ligações em grupo no aplicativo ainda não contam com a tecnologia, mas a implementação será testada pelo Facebook "nas próximas semanas".

O Messenger também ganhou novas opções para as mensagens temporárias. Ao definir que um conteúdo deve desaparecer, as pessoas poderão definir um intervalo entre cinco segundos e 24 horas para que ele expire. Antes, esse controle de tempo era mais espaçado.

A Facebook anunciou ainda que "irá iniciar um teste limitado com adultos em determinados países" que permitirá ativar a criptografia de ponta a ponta nas mensagens diretas do Instagram.

A companhia não detalhou quando o experimento começa, nem quais países irão participar.

Como se proteger de golpes no WhatsApp:

Golpes no Whatsapp: saiba como se proteger

Fonte: G1

Comunicar erro

Comentários