Roubo milionário, ladrões improváveis e casais shippados: 'Pega Pega' está de volta!

Comédia romântica policial ganha edição especial a partir de 19 de julho, depois de 'Salve-se Quem Puder'

Por Redação em 25/06/2021 às 13:00:00
Já pensou ficar milionário de um dia para o outro e não poder usufruir? Malagueta (Marcelo Serrado), Júlio (Thiago Martins), Sandra Helena (Nanda Costa) e Agnaldo (João Baldasserini) sabem bem como é lidar com essa frustração. O quarteto, que garantiu boas risadas com suas trapalhadas em 'Pega Pega', está de volta à TV Globo a partir de julho, em edição especial, que estreia dia 19, após 'Salve-se Quem Puder'.
Com bastante humor, a trama mistura ação, investigação, romance, intriga, mistério e o inconfundível "jeitinho brasileiro" de levar a vida. Um hotel que é símbolo de glamour e guarda festas memoráveis em sua história. Quatro funcionários que viram ladrões improváveis e uma inspetora incansável atrás de pistas. Casais shippados, relacionamentos postos à prova e amores que vêm e vão. Personagens carismáticos e enigmáticos que convivem entre os cenários fictícios e as locações de Copacabana à Tijuca, no Rio de Janeiro. E um roubo milionário que, enquanto separa algumas pessoas, fortalece as relações familiares e de amizade de outras. Palco dos acontecimentos mais bombásticos da novela, o Carioca Palace está novamente de portas abertas e pronto para reviver as confusões de seus hóspedes, funcionários e convidados.
Primeira novela de autoria solo de Claudia Souto, com direção artística de Luiz Henrique Rios, a comédia romântica policial conta com personagens humanos e trata com leveza dilemas éticos, morais e reais. "A novela tem assuntos sérios, mas acima de tudo é divertida. Foi meu primeiro trabalho de expressão própria e a primeira história que quis contar foi sobre ética, porque acho que é algo que temos sempre que discutir e cada vez mais no nosso país. A volta de 'Pega Pega' é uma mistura de emoções, porque é uma alegria imensa rever esses personagens na interpretação desses atores que eu amo. Na concepção artística do Luiz, foi um casamento de ideias e realizações, minhas e dele, muito feliz", comemora a autora, que está animada para a estreia. "É delicioso saber que a novela vai ser reexibida e poder reassistir junto com o público, ver de que maneira essa comédia vai inspirar ou acolher as pessoas neste momento me deixa muito feliz. E um pouco ansioso também. A principal lembrança que eu tenho é do prazer imenso de realizá-la. Era uma história sempre instigante, com uma necessidade de encontrar um lugar de elegância e de popularidade, de romance e comédia, de suspense, um lugar policial. Foi uma novela muito especial", relembra Luiz Henrique Rios.
Pedrinho Guimarães (Marcos Caruso) já foi o Rei da Noite do Rio. Hoje, o dono do luxuoso Carioca Palace, na orla de Copacabana, é a alma do hotel que herdou da família, mas para saldar suas dívidas precisa vendê-lo. O bon vivant faz negócio com Eric Ribeiro (Mateus Solano) e pensa em tudo: pede que os 40 milhões de dólares sejam pagos em dinheiro - distribuídos em quatro malas customizadas com suas iniciais "PWG" -, e reserva um jatinho para se mudar para Nova York com seu fiel mordomo, Nelito (Rodrigo Fagundes), e a neta, Luiza Guimarães (Camila Queiroz), que desconhece os planos do avô. "Ele começa como um homem que coloca o 'ter' na frente do 'ser' e termina em posição oposta. É bom quando um personagem muda qualitativamente e leva reflexão ao público", reflete Caruso sobre a transformação de Pedrinho ao longo da novela, depois de se readaptar à sua nova realidade financeira. Contando os minutos para sumir do Brasil, Pedrinho só não imagina que a neta e o empresário serão fisgados por uma paixão arrebatadora e, pior, que o dinheiro sumirá do cofre do hotel na véspera da viagem. Um assalto milionário acontece durante o baile de gala de 25 anos de Luiza, e a festa se transforma em uma investigação policial, onde todos os envolvidos no evento são suspeitos e têm suas vidas impactadas.
É quando entra em cena a detetive Antônia (Vanessa Giácomo), irmã de Nelito. Ao lado de sua dupla na delegacia de Copacabana, Domenico (Marcos Veras), que arrasta um avião pela colega de trabalho, a destemida policial não mede esforços para descobrir os responsáveis pelo fatídico roubo. Muito racional na profissão e com um aguçado senso de justiça, Antônia só não tem controle sobre os assuntos do coração e, sem saber, acaba se apaixonando por um dos autores do assalto. Mas até onde o desejo deve ou não ser contido, sem esbarrar na ética? Esse é o desafio que permeia os pensamentos de Antônia quando descobre a verdade sobre Júlio. Se ela tivesse perguntado ao público, não teria dúvidas: a relação ganhou torcida e até a hashtag #Jutonia.
Thiago Martins dá vida a Júlio, garçom do Carioca Palace e o primeiro dos quatro assaltantes, também funcionários do estabelecimento, a se arrepender. Sem nunca terem praticado nenhum crime, ele e o casal formado pela camareira Sandra Helena (Nanda Costa) e pelo recepcionista Agnaldo (João Baldasserini) se envolvem num plano mirabolante arquitetado pelo ambicioso Vitor (Marcelo Serrado), que conhece o espaço na palma da mão e esquematiza os mínimos detalhes. Mais conhecido como Malagueta, pelo seu estilo ardiloso e sarcástico, o concierge quer além de status e poder: por ter uma relação ruim com o pai, Timóteo (Cacá Amaral), preso por conta de um assalto, ele pretende provar que é capaz de executar um golpe perfeito. O aspirante a ladrão tem a senha do cofre, a rota da entrega do dinheiro e a rotina dos seguranças. "O Malagueta foi muito importante para mim, ele é um personagem divertido. Guardo de recordação dele a risada, me lembro muito dela!", comenta Marcelo Serrado, que tratou de aprimorar a pontaria para viver o personagem, expert em dardos. A princípio Júlio, Sandra Helena e Agnaldo hesitam, mas depois, cada um com seus motivos, topam participar.
Sandroca e Agnaldo também conquistaram fãs e viveram um tórrido e divertido romance ao som do hit "Essa Mina É Louca", na voz de Anitta. Animada com a volta da novela, Nanda Costa avalia a importância de Sandra Helena em sua carreira: "Eu nunca tinha feito comédia, achava que não sabia fazer, morria de medo e me achava menos atriz por isso. Com essa personagem, eu aprendi a gargalhar e perdi o medo. Foi libertador! Me diverti do começo ao fim, era uma alegria dar vida à Sandra Helena, fora o clima nos bastidores". Seu parceiro em cena, João Baldasserini não vê a hora da estreia da edição especial de 'Pega Pega'. "Estou bem feliz e ansioso para relembrar as histórias do Agnaldo! A novela gira em torno de um grande roubo, e traz reflexões sobre como os crimes são tratados no nosso país, acho atual e pertinente", comenta o ator, que emplaca sua terceira novela seguida no horário das sete.
Enquanto o casal bandido almeja uma vida de ostentação, Júlio é o típico bom moço e só tomou essa decisão para ajudar nas despesas da casa onde mora com as tias. Elza, a saudosa Nicette Bruno, e Prazeres (Cristina Pereira) rendem momentos hilários à trama com seu cachorrinho Sherlock e as fofocas com os vizinhos. "Foi meu primeiro protagonista em televisão e isso eu nunca vou esquecer. Mas, com certeza, o que mais me marcou foram os encontros e todas as mensagens que a novela passou, principalmente com Dona Nicette, vivemos momentos lindos juntos", se emociona Thiago Martins ao falar da atriz. A família é vizinha à de Sandra Helena em uma vila pitoresca e com as peculiaridades da Tijuca.
Para não levantar suspeitas, o quarteto criminoso esconde o dinheiro e segue trabalhando normalmente no hotel, torcendo para que o novo proprietário, Eric, se desfaça do local. Mas, por essa, nem eles esperavam: a responsabilidade pelo golpe milionário recai injustamente sobre o empresário. Indignado por ser o único associado à principal prova do roubo do Carioca Palace – um par de óculos escuros -, Eric se junta aos investigadores Antônia e Domenico em busca dos verdadeiros culpados. Se as personalidades dos ladrões já eram conflitantes, o imbróglio causa ainda mais atritos entre eles.
A hashtag #Malapia também deu o que falar na primeira exibição de 'Pega Pega'. A vilania carregada de humor juntou Malagueta e Maria Pia, estreia de Mariana Santos em novelas. Rica de berço, a personagem sustenta uma paixão antiga por Eric desde a adolescência, mas o empresário só lhe enxerga como amiga. Com a autoestima baixa, ela descarrega as frustrações na comida e tem o péssimo hábito de destratar os subalternos. Ao flagrar a fuga dos ladrões pelos fundos do Carioca Palace, Maria Pia começa a chantagear Malagueta. Os dois viram cúmplices, desde as armações para separar Eric e Luiza até as manobras da vilã para livrar o concierge das desconfianças do novo dono do hotel. Os traumas de vida, as personalidades potentes e a química dos dois também unem o casal, que troca a parceria nos trambiques pelo amor.
De volta a partir de 19 de julho, 'Pega Pega' é escrita por Claudia Souto, com direção artística de Luiz Henrique Rios, direção de Ana Paula Guimarães, Dayse Amaral Dias, Luis Felipe Sá, Noa Bressane, e direção geral de Marcus Figueiredo. A novela conta ainda no elenco com a saudosa Camila Amado, Milton Gonçalves, Reginaldo Faria, Irene Ravache, Elizabeth Savalla, Angela Vieira, Guilherme Weber, Ícaro Silva, Virgínia Rosa, Julia Lund, Paulinho Vilhena, Alessandro Brandão, Gabriel Sanches, David Junior, Valentina Herszage, Jaffar Bambirra, Danton Mello, Dani Barros, Bruna Spínola, Jeniffer Nascimento, entre outros.

Comunicar erro

Comentários