Entre um 'esculacho' e um carinho, Xuxa conquistou o público e chegou a registrar médias de 25 pontos no Ibope, nas manhãs da Globo, em seu primeiro ano

Por Redação em 15/05/2021 às 12:50:00

TÍTULO
"Xou da Xuxa"

GENERO
Variedades

SUB-GÊNERO
Infantil

APRESENTADOR
Xuxa Meneguel

DIREÇÃO
Paulo Netto (1986)
Marlene Mattos (1987 à 1992)

ELENCO
Roberto Bettini (Dengue)
Armando Moraes (Praga)
Mariana Richard e Roberta Richard (Irmãs Metralha)
Duda Little (1988-1992)
Reinaldo Waisman (Moderninho)
Marcelo Ribeiro (Frentinha)

Paquitas:
Andrea Veiga (Paquita 1986)
Andréia Faria (Xiquita 1986-1990)
Bianca Rinaldi (Xiquita 1990-1992)
Luise Wischermann (Pituxa 1987-1989)
Letícia Spiller (Pituxa 1989-1992)
Ana Paula Guimarães (Catuxa 1987-1990)
Juliana Baroni (Catuxa 1990-1992)
Roberta Cipriani (Xiquitita 1988-1992)
Priscila Miranda Couto (Catuxita 1988-1992)
Tatiana Maranhão (Paquitita 1988-1991)
Flávia Fernandes (Paquitita 1991-1992)
Ana Paula Almeida (Pituxita 1988-1992)
Cátia Paganote (Miúxa 1989-1992)


Paquitos:
Alexandre (1989-1992)
Robson (1989-1992)
Marcelo Faustini (1989-1992)
Gigio (1989-1992)
Cláudio Heinrich (1989-1992)
Yuri (1989-1992)

EMISSORA
TV Globo

EXIBIÇÃO
30 de junho de 1986 à 31 de dezembro de 1992, às 08h (segunda à sexta) e 09h (sábados)

SINOPSE

A bordo de sua nave espacial, a apresentadora Xuxa aterrissava nos Estúdios da Globo, no Rio de Janeiro, para comandar a festa com a criança.
Permeado por brincadeiras, atrações musicais, circenses e entrevistas, desenhos animados de grande sucesso eram apresentados.
No palco do programa, quase 200 crianças eram organizadas pela Paquitas (ajudantes da apresentadora) e personagens como o Dengue e Praga.


BASTIDORES

Com uma cenografia até então jamais utilizada num programa infantil, criada por Maurício de Souza, Xuxa estreou na Globo com ares de estrela. Vinda da TV Manchete, onde comandou o "Clube da Criança", a apresentadora logo imprimiu um "padrão" que foi copiado por todas as apresentadoras infantis a partir de então.

Com botas, chuquinhas, ombreiras, roupas minúsculas e um carisma indiscutível, Xuxa rapidamente se transformou num dos maiores nomes do entretenimento no país e foi batizada, pelo público, de "Rainha". Bordões como "beijinho, beijinho, tchau, tchau" foram adotados pelo público. Se referindo às crianças como "baixinhos", Xuxa conquistou o público com sua naturalidade. Era comum ela dar "pito" nas crianças ou até mesmo tirar sarro delas, algo que hoje em dia certamente poderia causar problemas à emissora.

Fenômeno de audiência, o "Xou da Xuxa" estreou na Globo com 13 pontos de audiência. No primeiro ano, chegou a anotar média de 25 pontos no Ibope nas manhãs da emissora.

Em duas oportunidades a apresentação do programa foi feita por Sergio Mallandro, cobrindo as "férias" de Xuxa.

Para "ajudar" a apresentadora a organizar o palco, o programa contava com as famosas Paquitas e, posteriormente, Paquitos.

No início dos anos 90, Xuxa ampliou seu reinado e passou a comandar programas infantis em outros países como Estados Unidos, Espanha e Argentina.

O último programa, veiculado em 31 de dezembro de 1992, de número 2.000, se transformou em "cult" com Xuxa sendo homenageada por fãs e artistas numa atração comandada por J. Silvestre revelando momentos da vida da apresentadora.

Comunicar erro

Comentários