Porta dos Fundos faz vídeo satirizando vereadora de Curitiba é criticado por

O Porta dos Fundos está envolvido em mais uma polêmica. Depois de ser atacado pelo especial de Natal da Netflix em que Jesus é gay, a produtora de vídeos [...]

Por Redação em 23/11/2020 às 14:31:40

O Porta dos Fundos está envolvido em mais uma polêmica. Depois de ser atacado pelo especial de Natal da Netflix em que Jesus é gay, a produtora de vídeos está sendo acusada de machismo por fazer um vídeo satirizando Indiara Barbosa, a vereadora mais votada de Curitiba, capital do Paraná. No vídeo, a personagem que recebeu o nome de Yollanda diz que foi eleita depois de ficar "doidona", "cativar um dos presidentes" do Partido Novo e ter "nudes vazados" um dia antes da campanha. Na legenda do vídeo, o Porta dos Fundos escreveu: "Pela família curitibana brasileira, pelas casas de swing, pelos garotos de programa, pela galera do OnlyFans, pelo clubinho de BDSM e por todos os sigilosos, avisem ao povo que Yollanda está eleita!".

Indiara Barbosa, que surpreendeu com a quantidade de votos que recebeu já que nunca tinha exercido um cargo político e não era conhecida de boa parte dos curitibanos, comentou sobre o polêmico vídeo no Twitter. "Apesar de ter sido a vereadora mais votada de Curitiba, pelo Partido Novo, certamente essa personagem não sou eu. É uma pena que o Porta dos Fundos associe o sucesso de uma mulher a alguma conotação sexual. Temos muito trabalho para mudar essa cultura retrógrada", escreveu a vereadora. A hashtag "machismo" está entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta segunda-feira, 23, e muitos internautas estão manifestando sua opinião.

O youtuber Felipe Neto comentou o seguinte: "Eu acho o Partido Novo patético. Típica turminha neoliberaloide que sonha em ver ricos ficando mais ricos, enquanto grita "É meritocracia" pros mais pobres. Contudo, o vídeo feito pelo Porta dos Fundos sobre a vereadora do partido foi inaceitável. Totalmente horrível". Um seguidor postou: "O Porta dos Fundos (o qual eu sempre defendi que tivesse toda a liberdade possível pra fazer seus vídeos) mostrou sua hipocrisia fazendo um vídeo machista. Mas com uma mulher de direita pode, não? Ou será que o machismo tem lado político?". Outro ironizou: "Aqui não são os "machistas em desconstrução"? Machismo bom é quando afeta quem eu não gosto". Veja a repercussão:

Fonte: JP

Comunicar erro

Comentários