Saiba tudo sobre a história de "Desalma", que ja chegou ao GloboPlay

Por Redação em 22/10/2020 às 16:24:01
Até que ponto se pode negar a morte? Na pequena Brígida, cidade fictícia do interior do Sul do país, fenômenos sobrenaturais assombram a população ao longo de décadas, enquanto rituais de bruxaria prometem trazer de volta ao mundo dos vivos almas de pessoas que já se foram. É neste universo que se passa "Desalma", drama sobrenatural original Globoplay que já está disponível na plataforma.
Uma cidade, duas épocas. Nos anos 80, a população de Brígida se reúne para comemorar a Ivana Kupala, considerada a noite mais escura do ano. Mas a jovem Halyna (Anna Melo), filha da feiticeira Haia (Cassia Kis), some em meio à floresta e seu corpo aparece dias depois. Com a cidade traumatizada pela tragédia, a celebração é banida do calendário festivo do município.

Apaixonado por Halyna, Aleksey Skavronski (Nicolas Vargas) não se conformava com o amor que a jovem sentia por Roman (Eduardo Borelli/Nikolas Antunes). Roman é charmoso, desejado por muitas meninas da escola. Mas Halyna era a única moça com quem ele se relacionava, além dos amigos de escola Bóris (Lucas Soares/Ismael Caneppele) e Ivan Burko (Giovanni Gallo/ Bruce Gomlevsky), Natasha (Bela Leindecker) e Anele (Giovanna Figueiredo/Isabel Teixeira).

O romance entre o casal não durou muito, acendendo em Aleksey uma chama de esperança. Com o coração partido, Halyna não tinha olhos para mais ninguém e as investidas de Aleskey se tornaram cada vez mais invasivas e perturbadoras, inclusive no dia de sua morte.

Com o assassinato de Halyna, os amigos se dividem. Roman decide deixar a cidade, Ivan e Anele se casam e a vida de Ignes (Valetina Ghiorzi/Claudia Abreu) passa por uma forte transformação. Além de perder a amiga de forma trágica, seu irmão Aleksey é acusado e preso pelo crime. Cumpre pena por alguns anos até conseguir a liberdade condicional, mas morre dias depois de sair da prisão.
Deprimida, Ignes se casa com Bóris e com ele tem Anatoli (João Pedro Azevedo). É no filho que Ignes deposita todo o seu amor. Pelo menino, ela é capaz de tudo.

Trinta anos depois
Trinta anos se passam desde a morte de Halyna. Os moradores decidem, então, que está na hora de devolver a alegria à cidade e deixar para trás os traumas do passado. Haia comemora o fim do ciclo de 365 luas cheias que iluminaram o céu nebuloso desde a morte de sua filha e, finalmente, coloca em prática um feitiço há muito tempo esperado por ela.

O inverno está próximo e o vento frio já sopra entre as árvores da enorme floresta de pinhos. A quilômetros de Brígida, o corpo de um homem aparece às margens de uma cachoeira. É Roman Skavronski (Eduardo Borelli/Nikolas Antunes). Ele havia deixado a cidade pouco tempo depois da tragédia, há 30 anos. A morte repentina do marido transforma a vida de Giovana (Maria Ribeiro) e ela decide se mudar de São Paulo para Brígida com as duas filhas do casal, Melissa (Camila Botelho) e Emily (Juliah Mello).

Na antiga casa azul feita de madeira, Ignes (Claudia Abreu), prima de Roman, deixa tudo arrumado para a chegada das novas moradoras. Giovana traz certa leveza para a vida de Ignes e as duas se tornam cúmplices. Mas dois meses após a morte de Roman, acontecimentos enigmáticos passam a assustar a população, principalmente as duas amigas. Enquanto Ivan (Giovanni Gallo/Bruce Gomlevsky) tenta decifrar o sumiço de porcos de seu matadouro, o pequeno Anatoli começa a apresentar um comportamento fora do comum.

Em momentos de transe, o menino passa a sentir a presença de Roman. Até o dócil Veludo, seu cavalo de estimação, deixa de reconhecer Anatoli e se torna arisco em sua presença. Com a mesma idade que ele, Emily, ainda sem entender muito bem a morte do pai, também parece ser assombrada, e começa a ser atraída para a densa e enorme floresta que contorna Brígida.

Nebulosa, sombria e fria, a floresta de árvores altas é o ponto de encontro principal dos jovens da cidade. Já era assim nos anos 80. Não à toa, foi nela onde Halyna desapareceu. E é lá onde a tão aguardada Ivana Kupala está prestes a acontecer 30 anos depois.

Conhecida por suas lendas, a mitologia eslava sempre esteve presente na comunidade, que mantém vivas a tradição e cultura da Ucrânia. Diante da natureza esplêndida da floresta de pinhos, as histórias de deuses, bruxas e espíritos dos antepassados fazem parte dos encontros ao redor da fogueira há décadas.
Melissa, filha mais velha de Giovana e Roman, é cética e não acredita nas histórias. Aos poucos, ela descobre o passado revelador do pai e vai à casa de Haia em busca de respostas no tarô. Quem acompanha a jovem é Iryna (Nathalia Falcão). Ela e seu irmão gêmeo Maksym (Giovanni de Lorenzi) estudam com a jovem. Os dois são filhos de Ivan e Anele (Giovanna Figueiredo/Isabel Teixeira), amigos de Halyna, Roman e Ignes na adolescência.

Além do trio formado por Melissa, Iryna e Maksym, a ruiva Oksana (Nathália Garcia) e o jovem Iuri (Lucas Lentini) também fazem parte do grupo de amigos e colecionam lendas sobre a solitária Haia. De longos cabelos brancos e com uma aparência sofrida, a bruxa da cidade perdeu a filha pouco tempo depois de ficar viúva. Ela atribui a morte do marido à família Skavronski, para quem o homem trabalhava no dia que faleceu.
Atualmente, Haia recebe um cliente ou outro em busca de magia ou informação nas cartas de tarô. Mantém contato regular somente com o sobrinho, Pavlo (Gabriel Muglia). Policial de Brígida, ele visita a tia com frequência e, apesar da proximidade que tem com ela, não sabe dos feitiços e do segredo guardado a sete chaves no porão de sua casa.

"Desalma" é uma série original Globoplay, desenvolvida pelos Estúdios Globo, criada e escrita por Ana Paula Maia com direção artística de Carlos Manga Jr. e direção de João Paulo Jabur e Pablo Müller.

Comunicar erro

Comentários