Esporte da Globo celebra os 80 anos do Rei Pelé

Por Redação em 17/10/2020 às 11:00:00
O ano é 1940. Por causa da Segunda Guerra Mundial, os principais eventos esportivos do mundo foram cancelados. Por uma década, n√£o houve Copa do Mundo ou Jogos Ol√≠mpicos. No entanto, em Tr√™s Cora√ß√Ķes, cidade no Sul de Minas Gerais, um acontecimento mudou para sempre a história do esporte mundial. Em 23 de outubro nascia Edson Arantes do Nascimento, o Atleta do Século XX, o Rei do Futebol. Para celebrar os 80 anos do jogador que revolucionou a maior paix√£o dos brasileiros, o Esporte da Globo preparou uma série de homenagens.

O 'Esporte Espetacular' deste domingo, dia 18, mostra um Pelé à parte do futebol. Além de artista da bola, ele foi cantor – chegou a gravar com Elis Regina e Roberto Carlos –, e ator, com participa√ß√£o em 18 filmes. Jo√£o Marcelo Bôscoli e Maria Rita, filhos de Elis, e o humorista Renato Arag√£o gravaram depoimentos sobre essa faceta de Pelé. O repórter André Gallindo também entrevista Carlos Villagran, ator mexicano que deu vida ao personagem Quico, no seriado 'Chaves', a partir de 1971. Um ano antes, ele esteve em Guadalajara acompanhando a trajetória do Tri da sele√ß√£o na Copa, como funcion√°rio de um jornal do pa√≠s. Experi√™ncia t√£o marcante que o levou a batizar o filho com o nome de Edson Carlos Arantes Villagran do Nascimento Salinas Pelé Alias Peteca. O discurso do Rei na despedida dos gramados inspirou também Caetano Veloso a compor "Love, Love, Love", m√ļsica que ele interpreta na matéria. "Vi o Pelé falando na despedida e terminei fazendo uma m√ļsica sobre o Brasil. Aquilo é uma marca da nossa história muito interessante, porque Pelé é uma afirma√ß√£o concreta da vitalidade brasileira", diz Caetano.

O 'Bem, Amigos!' que vai ao ar segunda-feira, dia 19, no SporTV, tem matérias sobre as conquistas de Pelé em Copas do Mundo com a sele√ß√£o brasileira: o surgimento em 1958; a consolida√ß√£o em 1962; e a despedida em 1970. J√° o programa 'Tino Marcos Uchôa' desta ter√ßa-feira, dia 20, às 19h, no GE, apresenta reportagens históricas dos apresentadores com o Rei, e depoimentos de ex-jogadores da mesma gera√ß√£o de Pelé. Na quarta-feira, dia 21, o GE publica dois infogr√°ficos especiais. Um sobre a comemora√ß√£o mais emblem√°tica da história do futebol, o soco no ar, mostrando como se transformou na assinatura de Pelé. O outro traz jogadas recentes que j√° haviam sido executadas pelo craques entre as décadas de 1950 e 1970.

Na véspera do anivers√°rio, quinta-feira, dia 22, o "Globo Esporte" exibe a primeira de duas matérias com depoimentos de advers√°rios históricos, como os que ficaram imortalizados na Copa de 1970 pelos gols que o jogador n√£o fez; e aqueles que conseguiram a dif√≠cil miss√£o de vencer o time do Rei, como o goleiro Emerson Le√£o. Na sexta-feira, dia 23, o programa exibe mensagens de personalidades do esporte brasileiro dando os parabéns a Pelé. Também no dia do anivers√°rio, o 'Reda√ß√£o SporTV' traz uma edi√ß√£o especial com a participa√ß√£o de jornalistas que tiveram suas carreiras ligadas à trajetória do camisa 10. Por coincid√™ncia do destino, o podcast "Hoje Sim" chega à 80¬™ edi√ß√£o justamente no dia do anivers√°rio de Pelé. O apresentador Cleber Machado faz uma homenagem aos feitos do Rei.

Com quatro letras, o apelido Pelé rodou o mundo. Rompeu as barreiras dos idiomas e uniu povos. Até os rivais se renderam ao jogador que conquistou tudo o que disputou. O √ļnico na história a marcar mais de 1.200 gols. O √ļnico a ser tricampe√£o de Copas como atleta. O jogador que fez da camisa 10 a mais emblem√°tica do esporte. Muitos tiveram a honra de carregar este n√ļmero às costas, nos mais diversos clubes e sele√ß√Ķes. Mas todos, sem exce√ß√£o, s√£o s√ļditos de Edson Arantes do Nascimento, o eterno Rei Pelé.

Coment√°rios