Museu do Ipiranga celebra os 100 dias para a reabertura com dois videoclipes em parceria com 'Brasil Jazz Sinfônica' e São Paulo Companhia de Dança

Por Redação em 28/05/2022 às 12:57:00

São pouco mais de três meses para a reabertura do Museu do Ipiranga, e o marco dos 100 dias, que acontece em 30 de maio, não passará em branco. Para celebrar a data, o Museu do Ipiranga, em parceria com a Brasil Jazz Sinfônica, a TV Cultura e a São Paulo Companhia de Dança (SPCD), lançará um videoclipe inédito com cada grupo artístico, gravados no interior do prédio fechado para reforma. Enquanto a orquestra faz uma releitura do Hino Nacional da Independência, composto por Dom Pedro I, trazendo os sons do canteiro de obras para o arranjo e contraponto as imagens dos músicos com os operários, a SPCD traz o primeiro de cinco episódios que compõem uma websérie, com cinco coreografias que exploram a arquitetura do edifício histórico.


Para a diretora do Museu do Ipiranga, Rosaria Ono, "é uma alegria para o Museu do Ipiranga – que passa por uma fase de renovação – essa parceria com instituições de extrema relevância para o nosso cenário cultural. É notório ver o amor pela cultura, pela arte e pela história de nosso país. Este encontro, portanto, nos parece a oportunidade perfeita para, juntos, exaltarmos esses valores". Os vídeos estarão disponíveis nas redes sociais do Museu do Ipiranga, além dos perfis das instituições parceiras.

O clipe inédito da Brasil Jazz Sinfônica, orquestra gerida pela Fundação Padre Anchieta, gravado no Museu do Ipiranga e no Parque da Independência, teve concepção de Fábio Borba, diretor executivo da TV Cultura e da Orquestra, arranjo de Ruriá Duprat e direção de vídeo de Jarbas Agnelli. O vídeo celebra o Bicentenário da Independência e a reconstrução do Museu do Ipiranga, ao captar sons provocados pela reforma do espaço e produzir um conjunto melódico ao lado da Jazz. "Temos uma orquestra dupla: a Brasil Jazz Sinfônica e a "orquestra" dos operários que trabalham na reforma do museu", afirma o diretor artístico e regente da orquestra, Ruriá Duprat. Desta forma, o clipe é uma forma de homenagear a reconstrução de um espaço cultural tão importante para a cultura brasileira, como é o Museu do Ipiranga, além de ressaltar o papel dos trabalhadores que restauram esse símbolo da história nacional.

Imagens exclusivas de músicos em apresentações solos executando o Hino da Independência em diferentes espaços do Museu do Ipiranga, mescladas com recortes dos operários da reforma do Museu extraindo sonoridades de suas ferramentas, dão o tom da peça audiovisual. Gravado com tecnologia áudio Dolby Atmos, que permite ao espectador uma experiência mais imersiva, o clipe ainda traz a formação completa da Brasil Jazz Sinfônica, com 70 músicos, sob a batuta do maestro Ruriá Duprat, em frente ao Monumento à Independência, no Parque da Independência, apresentando o Hino. E será lançado no dia 30 de maio, ao final do Jornal da Cultura, na TV Cultura, e nas redes sociais da Brasil Jazz Sinfônica (YouTube, Facebook e Instagram).

Já com a São Paulo Companhia de Dança, corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, será dado o start na websérie SPCD no Museu, em parceria com o Museu do Ipiranga. A produção dá pistas do que o público poderá vivenciar com reinauguração desse espaço, a partir de setembro de 2022, por meio de cinco videodanças que propõem um novo olhar para a arquitetura desse importante marco da cidade de São Paulo, bem como algumas de suas mais icônicas obras. Entre maio e setembro de 2022, irão ao ar cinco episódios nos quais bailarinos da Companhia habitarão diferentes locais do Museu, como varandas, corredores e fachadas, além do Salão Nobre. Elementos museográficos também serão incorporados a essas danças, apresentando esses ambientes ao espectador sob diferentes pontos de vista.

Concebidos e dirigidos por Inês Bogéa, os episódios têm codireção e edição de vídeo de Alexandre Cruz e trilha sonora original de André Mehmari. Cada um deles tem coreografia assinada por diferentes artistas da São Paulo Companhia de Dança e foram produzidas como parte do Programa de Desenvolvimento das Habilidades Futuras do Artista da Dança, criado e mantido pela SPCD para estimular o contato de bailarinos e ensaiadores com outras atividades dentro da cadeia produtiva da dança.

"Um dos compromissos constantes da São Paulo Companhia de Dança é difundir a arte da dança para todos os públicos. Na websérie no SPCD no Museu, apresentamos um novo olhar para a arquitetura e as obras de um lugar fundamental do nosso patrimônio histórico. Ao reinventar, descobrir e experimentar novos movimentos no Museu do Ipiranga, queremos instigar as pessoas a redescobrirem este espaço singular da cidade meses antes de sua reinauguração", afirma Inês Bogéa, diretora artística da São Paulo Companhia de Dança.

Comunicar erro

Comentários