'Cara e Coragem': Paolla Oliveira e Marcelo Serrado analisam a relação de Pat e Moa e falam sobre as cenas de ação

Por Redação em 23/05/2022 às 09:58:00

"Cara e Coragem" vai abordar o universo dos dublês com Paolla Oliveira e Marcelo Serrado dando vida a experientes profissionais deste ramo na trama de Claudia Souto, que tem direção artística de Natalia Grimberg. Os dois atores e parte do elenco se reuniram nesta sexta-feira, 20/5, no segundo papo virtual com jornalistas para falar sobre a nova novela das 7, que estreia no dia 30 de maio. E a conversa girou em torno da coragem dos atores para encarar as cenas de ação!

"Paolla se joga mesmo, ela não tem medo", entregou Natalia Grimberg.

Pat (Paolla Oliveira) e Moa (Marcelo Serrado) serão dublês profissionais e experimentarão cenas com doses altas de adrenalina e atração. A dupla será parceira em saltos, rapel, pulos, voos e alta velocidade.

"Tivemos um workshop com dublês, aprendemos as técnicas, a rolar escadas, pular em caixa de papelão, conhecemos um pouco mais sobre os efeitos especiais e visuais. As cenas têm muita segurança", contou Paolla Oliveira.

"Na primeira cena, no primeiro salto, confesso que fiquei com medinho, tive que ir, e a Paolla me deu essa força", revelou Serrado.

Paolla contou ainda que se viu no lugar da personagem Andrea Pratini, interpretada pela Maria Eduarda de Carvalho. Na trama, Andrea é uma atriz famosa, conhecida por dispensar dublês nas cenas de ação.

"Já disse ao dublê que eu faria a cena toda, que não precisava. Se eu já respeita e admirava o trabalho dos dublês, hoje respeito muito mais. É um trabalho para não ser visto. Faço agora a questão de falar mais tecnicamente da profissão para dar e ampliar ainda mais a voz aos dublês", ressaltou Paolla.

Claudia Souto e Natalia Grimberg destacaram o diferencial da novela:

É a mistura de elementos, a ação, com a comédia, com o suspense, com o romance. Existe uma interseção entre todos esses temas. E os personagens também circulam por todos os universos. Não existe um núcleo de humor. No meio de uma cena de ação, vai ter humor, por exemplo."

Falando em romance, uma grande paixão unirá Pat e Moa mesmo que, no início, eles não admitam isso. Pat é casada com Alfredo (Carmo Dalla Vecchia) e mãe de Sossô (Alice Camargo) e Gui (Diogo Caruso).

Já Moa é ex-marido de Rebeca (Mariana Santos), é pai solo de Chiquinho (Guilherme Tavares) e ele ainda vai se relacionar com Andrea Pratini (Maria Eduarda de Carvalho) ao longo da trama.

"A relação de Pat e Moa é uma espécie de 'A Gata e o Rato'. Moa tem por ela um amor platônico, e acho que o público vai torcer por esse casal", destacou Serrado.

E quem pensa que essa coragem toda só aparece em cena, se engana. E quem falou sobre isso foi Paolla Oliveira, que foi endossada pelos colegas de elenco:

"Nossa coragem é ser artista no Brasil", finalizou.

Comunicar erro

Comentários