Com Giovanna Antonelli, série 'Filhas de Eva' ganha data de estreia na Globo; saiba tudo!

Por Redação em 19/05/2022 às 21:27:17

Giovanna Antonelli não ficará muito tempo longe da telinha da Globo.

A série 'Filhas de Eva', do GloboPlay, gravada no final de 2019, finalmente ganhará exibição na TV Globo.

Além de Giovanna, Renata Sorrah e Vanessa Giácomo protagonizam este drama leve, com pinceladas de humor cotidiano e que levanta reflexões comuns a todos: "se você pudesse, o que gostaria de mudar na sua vida? E o que te impede? Quem está, de fato, disposto e aberto às mudanças?"

'Filhas de Eva' vai iniciar sua trajetória na Globo dia 12 de julho, após 'Pantanal'. Estão previstos os 12 episódios, com exibição sempre as terças e quintas. Assim, ficará no ar até 18 de agosto.

Logo no primeiro episódio da série, Stella (Renata Sorrah), Lívia (Giovanna Antonelli) e Cléo (Vanessa Giácomo) têm suas vidas entrelaçadas. O pontapé inicial para o encontro é a festa de Bodas de Ouro de Stella e Ademar (Cacá Amaral) – um evento chique e elegante.

É durante sua festa de Bodas de Ouro - quando assiste ao vídeo dos 50 anos de casamento com Ademar - que Stella percebe: aquela moça das fotos antigas, otimista e destemida, se perdeu. Ao não se reconhecer mais na vida que construiu com a família ao longo de tantas décadas, ela não consegue se conter: pede o divórcio. Uma decisão inesperada que muda a vida de todos a sua volta, principalmente a de sua filha Lívia e da até então desconhecida Cléo, que levou o bolo da festa.

Filhas de Eva conta a trajetória dessas três mulheres que estão presas a padrões que não as fazem felizes. Stella repete o destino de sua geração, que abriu mão de sonhos pelo casamento e pela maternidade. Lívia tem sua carreira, mas sofre por não ter o controle da vida afetiva que idealizou. Já Cléo, com sua baixa autoestima, precisa garantir teto e sobrevivência antes de pensar em qualquer realização pessoal. Enquanto isso, Dora (Debora Ozório), neta de Stella e filha de Lívia, se debate entre os modelos familiares e o feminismo das jovens de hoje.


Comunicar erro

Comentários