Festival do Movimento LED, da Globo e FRM, contará com participação internacional

Por Redação em 18/05/2022 às 09:52:00

Patrícia Hill Collins, professora de Sociologia na Universidade de Maryland, EUA, e grande ativista em pautas de feminismo e gênero dentro da comunidade afro-americana, estará no Brasil, em julho, para discutir o futuro da educação em sociedade, no atual momento em que vivemos, e compartilhar suas próprias experiências. Além dela, Amy Webb, futurista americana, autora, fundadora e CEO do Future Today Institute, também participará da discussão sobre o tema, de forma remota, com especialistas brasileiros. Ambas são presenças confirmadas no Festival do LED, nos dias 8 e 9 de julho, no Rio de Janeiro, em duas mesas de discussão no evento.


Serão dois dias de workshop, palestras, exposições, oficinas e experimentações oferecendo uma verdadeira imersão no mundo da educação, ocupando o Museu de Arte do Rio e o Museu do Amanhã. O festival é um dos pilares do Movimento LED – Luz na Educação, iniciativa da Globo e Fundação Roberto Marinho, que tem como objetivo iluminar práticas inovadoras na educação brasileira e de reconhecer quem está revolucionando o cenário do setor.

O Movimento LED prevê um programa especial na TV Globo, que será veiculado no final do mês de junho, e mostrará os seis vencedores do Prêmio LED, premiação lançada no último mês de janeiro, que vai reconhecer em R$ 1,2 milhão seis projetos disruptivos que estão fazendo a diferença em suas regiões. E além do programa e do evento, a iniciativa apresenta também o Desafio LED, que convoca universitários a criarem soluções criativas para a educação brasileira. Em parceria com a escola de pensamento digital Mastertech, o projeto abre mais uma frente para que boas ideias sejam transformadas em soluções. "Desafio LED - Me dá uma luz aí!" tem inscrições abertas até o final do mês de maio, e as adesões podem ser feitas através deste link. Para participar, basta responder a seguinte questão: "Conte qual o maior problema que você enfrentou ou enfrenta na sua trajetória educacional e crie uma solução para resolvê-lo." O desafio vai distribuir R$ 300 mil entre os finalistas e os vencedores serão conhecidos durante o Festival.


O Movimento LED é uma iniciativa da Globo e da Fundação Roberto Marinho em parceria com Atlas da Juventude, CIEB (Centro de Inovação para a Educação Brasileira), ITS (Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio), OEI (Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura), Porto Digital, UNESCO, Unicef, Todos pela Educação, Vale do Dendê, além de apoio institucional do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação) e Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação).

Comunicar erro

Comentários