Chapa Lula-Alckmin e previsões para 2022 ganham destaque no 'Linhas Cruzadas' da TV Cultura

Por Redação em 01/02/2022 às 17:53:00
Nesta quinta-feira (03/02), Thaís Oyama e Luiz Felipe Pondé engatam em uma conversa sobre as possíveis previsões para este ano que se iniciou. "O que vai acontecer em 2022?" é a questão condutora da edição do Linhas Cruzadas, que vai ao ar a partir das 22h, na TV Cultura.

Como bem lembra o filósofo durante a atração, o cronista Nelson Rodrigues já dizia que só os profetas vêem o óbvio e, levantando hipóteses sobre o futuro próximo, os apresentadores discutem as obviedades que não devem ser deixadas de lado quando nos lançamos na tentativa de criar previsões. Ideologias e desejos podem alterar os caminhos pensados. Além disso, Thaís e Pondé discutem sobre os assuntos mais quentes da atualidade.

A jornalista pergunta ao economista Alexandre Schwartzmann qual sistema político vai se mostrar mais sustentável e eficaz no ano que vem, se a democracia americana ou a autocracia chinesa, e também percorrem sobre a corrida tecnológica entre os dois países. Mas, de volta aos limites das fronteiras brasileiras, a atração também percorre as possibilidades que se mostram ao Brasil neste ano. "Na eleição presidencial, se a gente tiver Bolsonaro enfrentando o Lula, é muito louco porque a gente passou o governo Bolsonaro, passou a pandemia - espero né - e a gente tem uma réplica da eleição de 2018. Porque será uma réplica (...) Mas no final das contas continua sendo uma disputa entre duas péssimas opções.", pontua Pondé.

Entre as diversas análises e previsões para o ano de 2022, a edição engloba a possível chapa Lula-Alckmin, o que está em jogo com a candidatura do petista para o Planalto e a miragem de uma terceira via. Além disso, comentam sobre os altos índices de desemprego e inflação e as possibilidades de um cenário menos catastrófico da pandemia do coronavírus.
Comunicar erro

Comentários