Marcelo Tas estreia temporada inédita do 'Provoca' na TV Cultura

Por Redação em 23/01/2022 às 15:55:00

Na próxima terça-feira (25/1), o #Provoca exibe o primeiro programa inédito da temporada de 2022. Na estreia, Marcelo Tas entrevista a youtuber Rita Von Hunty. A drag queen vivida por Guilherme Terreri Lima Pereira fala do veganismo como movimento político, ações agroecológicas que adiariam o fim do mundo e sua aproximação com o público, especialmente o feminino. A edição vai ao ar às 22h, na TV Cultura e no YouTube.


Apresentadora do reality show Drag Me as a Queen, Rita conta quais foram as experiências que a levaram a conhecer cada vez mais o universo feminino: "ser uma pessoa desviante do sistema sexo – gênero me ajudou a conhecer melhor as mulheres. Ser perdidamente apaixonada por mulheres me ajudou a conhecer melhor as mulheres...hoje, trabalhar com uma equipe 100% feminina me ajudou a conhecer melhor as mulheres."

Em seu canal no Youtube, Tempero Drag, é vasto o repertório de vídeos sobre sociologia e questões políticas que estão em alta. Nesta edição do #Provoca, ela destaca o papel do veganismo nos dias atuais. "Desde 1500 a gente tá configurado como celeiro agroexportador. Arrancam madeira, arrancam drogas do sertão, arrancam ouro. Então o veganismo é um movimento de entender aquilo que vai parar no seu prato, ou não, é político".

Ao ser questionada por Marcelo Tas sobre qual seria a razão do interesse do público em Rita Von Hunty, ela comenta: "acho que é porque eu falo com eles e não para eles. Quando você fala para, você se distanciou, você comanda, instrui, e quando você fala com, você está junto, você tá do mesmo lado".

Tas pergunta ainda sobre o uso da expressão "viado" para se referir ao público gay e Von Hunty diz que cabe ao indivíduo decidir se assim quer ser chamado. "A população negra é animalizada como "macaco" no estádio de futebol de forma pejorativa, e o mesmo acontece com o termo viado, ele foi utilizado de forma pejorativa por muito tempo, e foi ressiginificado", ela complementa.
Comunicar erro

Comentários