'Câmera Record' mostra por onde andam personagens que marcaram o programa em 2021

Por Redação em 08/01/2022 às 17:10:00

Neste domingo (9), o Câmera Record mostrará que depois de quatro anos em uma cadeira de rodas, o dia decisivo chegou: Joelison Fernandes da Silva, considerado o homem mais alto do Brasil, encara a cirurgia de amputação da perna direita - a única saída para conter uma grave infecção nos ossos. "Eu quero retomar os meus trabalhos, andando sem sentir dor. Isso pra mim é uma felicidade", ele diz.

A história do homem que ficou conhecido como Ninão foi um dos destaques do Câmera Record em 2021. No interior da Paraíba, a equipe reencontrou Joelison às vésperas da operação. Um drama que também traz esperança: em 2022, Ninão deseja apenas voltar a andar. "Quando eu colocar a prótese e der a primeira passada, acho que vai ser um motivo de muita comemoração", ele afirma.

Uma prótese também mudou a vida de Adriana Gaeta - no caso dela, uma prótese capilar. Ela sofre de alopécia androgenética desde a adolescência, uma doença que enfraquece e afina os fios de cabelo. Chegou a usar carvão para pintar o couro cabeludo e disfarçar as falhas. Agora, meses depois de ganhar uma prótese capilar diante das nossas câmeras, não foi só a aparência que mudou. "Hoje, eu estou me sentindo em liberdade", ela diz.

Para a família Bráz, 2021 também representou uma virada. Gilmar e Nilcélia vivem com os seis filhos dentro de um ônibus na região central de São Paulo. Atualmente, o veículo passa por uma grande reforma, mas a novidade é outra: depois que a história deles foi exibida no Câmera Record, muitas pessoas se solidarizaram com a situação e enviaram doações. Agora, eles já pensam em concretizar o objetivo de toda a família. "O maior sonho meu, que eles tenham uma casa. Para falar: é minha casa", diz Gilmar.

Você não pode perder! O Câmera Record vai ao ar todos os domingos, logo após o Domingo Espetacular, às 23h15.

Comunicar erro

Comentários