Portal de Notícias Administrável desenvolvido por Hotfix

Vem Ai...

Resumo de 'Nazaré': capítulos de 18 à 22 de outubro de 2021


capítulo 110, segunda, 18 de outubro

Já no leilão, Toni e Nazaré assistem às licitações. Nazaré, ansiosa, quer ir à procura do pai, mas Toni não a deixa ir sozinha. Aguardam um pouco até que, disfarçadamente, se ausentam da sala. No Mercado, Luís repara que a mãe não está bem. Dolores pede ao filho que feche a banca e mente dizendo que vai encontrar Bárbara. Joaquim fica emocionado quando ouve a voz de Nazaré do outro lado da porta. Toni arromba a porta e os dois se apressam para soltar Joaquim. De repente, ouvem sirenes da polícia. Duarte vai a casa de Nazaré e diz a Matilde que precisa falar com ela. Matilde avisa que não sabe de Nazaré, mas Duarte a ameaça com a polícia. Matilde conta que Nazaré foi atrás de uma pista sobre Joaquim na esperança de o encontrar. No leilão está instalado um grande aparato policial. Prata diz a todos que é mais fácil se cooperarem e manda-os deitarem-se no chão. Um dos capangas, sem que ninguém veja, tira a sua arma e aguarda. Ao fundo, escondida, vemos Laura. Nazaré, Toni e Joaquim estão prestes a fugir quando aparece Cortez e o ameaça dizendo que ele não vai a lugar nenhum. Neste momento, um dos capangas de Cortez entra com uma arma apontada à cabeça de Dolores.

Dolores está aterrorizada e pede desculpa por ter aparecido. Joaquim pede a Cortez que a deixe ir, mas Cortez se recusa e começa a abrir caminho com Dolores enquanto lhe apontam a arma. Na sala, um dos capangas saca da arma e começa a disparar. Laura, que estava atenta, impede que Prata seja atingido e acaba por ser ela a ser baleada. Enquanto caminham com Dolores tentando escapar, Joaquim pede que tenha calma e Nazaré, ansiosa, pois precisa de uma oportunidade para fugir. Já na sala, Cortez aparece com Dolores e Joaquim e Toni logo atrás deles. Um dos capangas vai para disparar, mas Prata é mais rápido. Laura consegue agarrar uma arma e dispara sobre Cortez. Toni chega na casa de Nazaré e encontra Matilde e Duarte ansiosos por notícias. Toni diz que a polícia pareceu lá e que acha que Nazaré conseguiu fugir. Na casa dos Soares, Prata interroga Dolores que lhe diz que soube de tudo por Toni. Estão todos aliviados por Joaquim estar de volta. Ana e Gonçalo em choque quando Laura chega. Gonçalo discute com ela, pois acha um absurdo o que aconteceu.

Laura pede-lhe que a compreenda e diz que não só salvou Prata como também Dolores. Na Atlântida, enquanto a empregada limpa o gabinete da presidência, ela encontra um pen drive perdido no chão. Nazaré chega finalmente em casa. Ela diz a Matilde que veio a pé e que há muita polícia na rua. Já de noite, Verônica erra consecutivamente no código do alarme da Atlântida e pede que entrem em contato com o chefe de segurança. Nuno já está com Verônica e pergunta-lhe o que está fazendo. Verônica não gosta que a controlem, mas, ainda assim, convida-o para uma bebida. Nuno, sem que Verônica perceba, rouba o pen drive que estava em cima da mesa. Bernardo vai a casa da mãe. Verônica não está e Bernardo informa a Paula que vai apenas ao seu quarto buscar umas coisas. Quando pode, vai ao quarto da mãe, e encontra uma caixa com objetos de Félix. Pega o celular do pai e o guarda.


capítulo 111, terça, 19 de outubro

Já no seu quarto de hotel, Nuno vê as imagens do pen drive que trouxe da Atlântida. Nuno, inconscientemente, acaricia a sua arma enquanto vê as imagens. No Lar, Olívia vê Ermelinda sendo muito carinhosa com o bebê. Olívia diz a Ermelinda que tem muito jeito. De volta a casa, Joaquim agradece à filha por ter salvo a sua vida, mas diz a ela que agora tem de voltar a ir embora. Nazaré, assertiva, diz ao pai que prometeu a Duarte devolver a Atlântida e que é isso que pretende fazer. Na recepção do hotel, Pipo falsifica os resultados das suas análises para provar a Ana que está tudo bem. Ana, fica contente, o abraça e pede que lhe prometa que se vai cuidar. Em seguida, Pipo vai fazer a sua primeira palestra sobre as vítimas de violência doméstica. Vê muita gente e fica nervoso, mas conta com o apoio de Ana e de Laura. Pipo discursa, na emoção de todos.

Duarte vai até à Atlântida e confronta Verônica. Pede à tia que deixe Érica em paz. Nuno aparece em defesa de Verônica e agarra Duarte para o colocar na rua. Duarte se solta rapidamente de Nuno e este repara que Toni está ligando para Duarte. Laura e Bernardo conversam sobre o componente eletrônico que Bernardo encontrou no celular de Félix. Duarte se encontra com Toni no Mercado e Toni pede-lhe que desobrigue Nazaré da promessa que lhe fez, pois isso vai acabar por prejudicá-la. Duarte diz a Toni que não se meta entre ele e Nazaré. Nuno segue Toni. Toni, sem dar conta de que está sendo seguido, vai a casa de Nazaré. Nuno vê Nazaré a abrir a porta e fica satisfeito por ter encontrado ela. Nuno, já no seu quarto, escreve no perfil da falecida mulher que já encontrou Nazaré. Chora de raiva e promete vingança.

Na Quinta, Duarte parabeniza Bárbara pelo sucesso do evento e diz que, à conta disso, já ganharam um novo cliente. Sugere à mulher tirarem o dia para comemorar os dois. Após a palestra, todos elogiam Pipo pela sua coragem. Carol e Sofia estão orgulhosas dele. Em conversa com Joaquim, Sofia confessa que continua aterrorizada de medo de Heitor, mas Joaquim tenta acalmá-la e diz que agora está protegida. Bernardo vai ao Lar à procura de Olívia. Ele dá de cara com Ermelinda que lhe entrega um envelope a pedido da namorada. No envelope tem uma pista. Bernardo fica super entusiasmado e sai apressado.


capítulo 112, quarta, 20 de outubro

Bárbara desabafa com Duarte que andava insegura, pois achava que se passava algo de estranho com ele. Duarte descansa a mulher, apesar da culpa que sente por estar mentindo. Nazaré fala com a mãe e a aconselha a ligar para João. Não quer que a mãe perca a oportunidade de estar com alguém de quem gosta só por causa dela. Matilde, envergonhada, liga para João e o convida para ficarem juntos. João, a princípio, reage de uma forma sarcástica. Está magoado com Matilde por ter ido embora e ter retornado sem lhe dizer nada, mas Glória, que ouve a conversa, diz que ou ele aceita ou nunca mais entra no restaurante. João acaba por aceitar. Joaquim chega apressado ao Mercado porque Luís ligou para ele. Luís diz que o chamou para lhe pedir desculpa e dizer que está disposto a começar de novo. Dolores olha para os dois, emocionada.

Na prisão, Carol fala com o pai e Heitor tenta manipular a filha de forma a obter informações sobre Sofia. Carol diz ao pai que está proibida de lhe falar da mãe. Nuno está na cozinha do hotel quando vê uma frigideira e fica tenso com memórias do incêndio. Vai para apagar o fogo, mas a sua camisa acaba queimando e Nuno fica imóvel. Ana e Pipo aparecem socorrê-lo e Duarte também, atraído pelos gritos dos dois. Nuno tira a camisa, deixando visíveis as marcas de queimaduras que tem nas costas. Bernardo vai ao restaurante e João e Glória entregam-lhe mais um envelope. Bernardo se sente desafiado, pois achava que ia conseguir resolver o enigma com mais facilidade. Na banca de Dolores, Bernardo recebe a última pista. Segue caminho todo entusiasmado.

Bernardo chega finalmente à quinta e encontra Olívia vestida de uma personagem de um dos seus filmes favoritos. Bernardo beija a namorada com paixão, mas avisa que só fará amor com ela depois do casamento. Em casa de Nazaré, vemos Nuno entrando e conferindo se tem alguém em casa. Ouve o barulho do chuveiro e se esconde a aguardar o próximo movimento. Nazaré sai do banho e, enquanto se veste, Nuno a agarra e tapa a sua boca. Nazaré tenta se soltar, mas é em vão. Nuno vem dos quartos com Nazaré desmaiada ao colo e com um lençol. Antes de sair, Nuno deixar cair o seu fio no chão da sala, sem dar conta.


capítulo 113, quinta, 21 de outubro

Já no Restaurante, Matilde e João conversam. João está muito magoado e se diz incapaz de perdoar Matilde pela desilusão que lhe deu. Matilde fica cabisbaixa, mas Glória diz à amiga que não pode desistir e tem de ir à luta. Érica está doente e Luís, que está com ela, diz que é melhor irem ao hospital. Érica fica ansiosa por estar doente e com medo que Verônica a acuse, mais uma vez, de ser negligente com a filha. Quando estão saindo, chega Verônica que lhe tira a bebê dos braços e diz que cuida dele enquanto a filha se recupera. Já sozinha com a bebê, Verônica olha para Yara, embevecida, dizendo que agora o tempo é todo delas. Na casa dos Carvalho, enquanto Ana aguarda que Pipo se arrume para irem jantar, Carol pede, encarecidamente, a Sofia que vá com ela visitar Heitor. Sofia, tentando disfarçar o desconforto, diz à filha que nem sequer lhe devia estar pedindo uma coisa dessas.

Matias entra em casa enquanto fala ao celular com uma cliente pedindo desculpa pela falha na entrega da encomenda. Tenta ligar para Toni, mas vai para a caixa de mensagem. Ele deixa uma mensagem dizendo ao irmão que ele é um incompetente. Matilde entra em casa com os sacos das compras e chama por Nazaré. Vê que a filha não está em casa e liga para ela, mas ouve o celular tocando dentro de casa. Matilde, já muito ansiosa, liga para Joaquim que lhe diz que não está com Nazaré. Nuno encontra com Verônica e conta que vai ter de se despedir, pois, tem um primo doente e que precisa da sua ajuda. Agradece a Verônica a oportunidade e sai. Verônica fica muito confusa com toda a conversa de Nuno. Na casa dos Gomes, estão todos muito preocupados sem notícias de Nazaré. Joaquim diz que é melhor dividirem-se e irem procurá-la. Duarte, que lá está a pedido de Matilde, encontra o fio de Nuno caído no chão da sala, mas não diz nada para não gerar preocupação. No interior de um barracão, Nazaré acorda Toni. Ele tenta se soltar, mas em vão, pois estão os dois atados nos pés e nas mãos.


capítulo 114, sexta, 22 de outubro

Nuno entra, nesse momento, e Toni o reconhece. Nuno olha para os dois e diz que vão sofrer como a sua mulher Joana sofreu. Na emoção de Nuno a recordar a mulher e o momento da sua morte. No Lar, Ermelinda vê o bebê sozinho e estranha não encontrar João nem Floriano por perto. Ismael está escondido com eles enquanto observam Ermelinda que, rapidamente, percebe o plano e rir. Na casa Silva, Glória acorda Matias. Ele quer saber onde é que a mãe andou e por que é que entrou assim de repente em seu quarto. Glória comenta, com estranheza, com Matias o súbito desaparecimento de Toni. No bar do hotel, Duarte atende uma chamada de Bárbara e mente dizendo que está com o agrônomo. Quando Laura aparece, Duarte pergunta por Nuno, mas Laura não tem respostas para lhe dar. Laura vira costas e Duarte rouba a chave do quarto de Nuno e dirige-se para lá. Duarte vasculha o quarto de Nuno na esperança de encontrar alguma pista. Vê o chat aberto e encontra também o jornal com a foto de Nazaré e um mapa com o local do incêndio.

Na zona do incêndio, na estrada onde Nuno e Joana ficaram encurralados pelas chamas, Nuno vai regando o carro com gasolina enquanto fala com Toni e Nazaré e lhes conta a história da sua família. Nazaré e Toni estão emocionados e apavorados ao mesmo tempo enquanto Nuno tem um certo peso na consciência pelo que está fazendo, mas, ao mesmo tempo, algo que o impede de parar. Quando Duarte vai sair, Laura apanha-o em flagrante com as chaves do quarto de Nuno na mão. Duarte promete a Laura que depois lhe explica tudo antes de a empurrar e sair correndo. Nuno olha para Nazaré e Toni com alguma pena quando acaba de regar o carro com gasolina. Nazaré chora esgotada enquanto Toni a agarra na tentativa de a proteger. Nuno larga fogo à volta do carro. Laura e Prata explicam a Bernardo que o componente encontrado no celular de Félix era um localizador GPS. Ficam na expetativa de Laura e Bernardo sobre a possibilidade de encontrar o culpado(a).

Nazaré e Toni estão dentro do carro e encostam as testas um ao outro. Choram na certeza de que vão morrer ali. Nuno está agachado junto ao carro, chora, alheio e perturbado. De repente, vemos Duarte chegando em alta velocidade. Nuno o vê, mas nem tem capacidade de reação. Duarte para o carro, sai apressado e olha Nazaré. Duarte corre para o carro na tentativa de libertar Nazaré e Toni. Nuno, parecendo despertar do seu estado alheio, empurra Duarte. Os dois começam a lutar quando Duarte diz a Nuno que está castigando as pessoas erradas e que os culpados do fogo são os seus tios. Nuno para, transtornado com a informação que acabou de receber. Duarte acha que conseguiu acalmá-lo, mas Nuno dá um murro tão forte que Duarte cai desacordado. Duarte acorda, ainda meio atordoado, e grita por Nazaré. Quando olha em redor, vê Nuno a apagar as chamas com a ajuda de um extintor. Nazaré e Toni também já estão fora do carro. Toni está a recuperar do susto, mas Nazaré continua desmaiada. Duarte fica em pânico e começa a fazer manobras de reanimação até que Nazaré acorda. Na casa dos Carvalho, Matias desabafa com Sofia pelo desaparecimento de Toni e sobre as desconfianças em relação ao comportamento duvidoso de Glória. Sofia conta o pedido que a filha lhe fez e Matias se oferece para ir com ela à prisão.

Nazaré Novelas Resumo Novelas

Assine o Portal!

Receba as principais notícias em primeira mão assim que elas forem postadas!

Assinar Grátis!

Assine o Portal!

Receba as principais notícias em primeira mão assim que elas forem postadas!

Assinar Grátis!