Resumo de 'Nazaré': capítulos de 20 à 24 de setembro de 2021

Por Redação em 19/09/2021 às 18:59:00

capítulo 090, segunda, 20 de setembro

Na cozinha do hotel, Ana está desesperada com o irmão e pergunta pelo seu relógio e pelos 20 euros que tinha no quarto. Cris desconversa, está drogado. Ana continua discutindo com o irmão, ele se descontrola aperta o pescoço dela. É o pai que os separa enquanto Ana olha para o irmão, cheia de lágrimas nos olhos e diz que o odeia. No hospital, um falso policial (arranjado por Joaquim) vai até o agente que está na porta do quarto de Nazaré e diz que pode ir e que, por ordem de Prata, ficará ele agora a guardar Nazaré. O falso policial, já em posição, avisa a Joaquim que o caminho está livre e Nazaré enfia-se dentro do saco do corpo. Joaquim fica tenso quando vê Laura chegar, pela janela. O auxiliar do necrotério avança com a maca com Nazaré pelo corredor em direção ao elevador. Laura e Prata vêm na sua direção. Joaquim espreita de um quarto mais afastado, fechando cautelosamente a porta. Laura e Prata avançam para o quarto de Nazaré. Laura percebe que Nazaré não está no quarto e diz a Prata que dê ordem para fecharem todas as portas. Laura segue para junto do auxiliar que levava a maca e ordena-lhe que abra o saco. O auxiliar começa a fugir e Prata vai atrás dele. Laura abre o saco, não encontra nada a não ser duas almofadas e sai correndo. Nesse momento, Joaquim e Nazaré saem de outro quarto e começam a correr para as escadas.

Bernardo está em choque com o que Verônica acaba de contar acerca do pai. O jovem fica agitado e diz que o pai tem que ser preso. Verônica tenta acalmar o filho e diz que não há provas. Na Atlântida, Félix começa a arrumar as suas coisas, completamente perdido, e sem saber que rumo irá dar à sua vida. Já na casa Silva, Nazaré diz a Toni que não acha que seja seguro ela ficar ali. Não quer que Toni arque com a culpa por causa dela. Toni diz que seria capaz de morrer por ela e que vai ajudá-la. No Restaurante, Matias discute com Glória, pois nem quer acreditar que a mãe seria capaz de roubar o anel de noivado que Mauro lhe pediu para guardar. Glória diz a Matias que ele é um chato e que, se fosse Toni, concordaria com ela. Duarte vai a casa de Nazaré e se depara com Matilde e Joaquim. Pergunta-lhes por Nazaré e os dois dizem que não sabem e que, se não está no hospital, é porque fugiu. Duarte não acredita numa palavra do que eles dizem, mas Matilde e Joaquim são firmes e dizem que a única coisa que lhes interessa é proteger a filha.


capítulo 091, terça, 21 de setembro

Félix se encontra com Cláudia em casa. Conta o que Verônica fez a ele, que ficou sem nada e pede uma oportunidade. Cláudia é dura e diz que se quer uma oportunidade que vá à polícia, inocente Nazaré e pague pelo que fez. Érica não quer o pai em casa. Félix percebe que Verônica contou aos filhos da situação de Rute e decide ir embora antes que se desespere ainda mais com Érica. No Mercado, Luís está atendendo um cliente quando vê Érica entrar, lavada em lágrimas. Érica não quer falar, só precisa que Luís a abrace. Laura fala seriamente com Cris. Apesar de estar muito preocupada com o filho, mantém a firmeza e avisa-o que se pretende continuar com o comportamento que tem tido até agora, não pode permanecer em casa. Já no Restaurante, Érica pede desculpa a Luís, quer fazer as pazes e diz que o pai dele talvez tenha razão em algumas das coisas que diz. Érica tem saudade dele e Luís também tem dela, mas não sabe se a relação resiste. Heitor chega com presentes para Sofia. Carol quer levar, mas Pipo, revoltado, manda tudo para o lixo. De repente, aparece Ana, que apresenta Jorge como novo hóspede.

Félix vai ao hotel e pede um quarto a Gonçalo. Diz que não quer saber das confusões entre Laura e Verônica, só quer um quarto, pois saiu de casa e precisa de um local para ficar. Nazaré consegue entrar na casa dos Blanco. Vai abrindo gavetas à procura de alguma prova, vê o tablet de Érica, mas não consegue ligar. Sobe para os quartos e começa a vasculhá-los enquanto fala com Matilde ao celular e diz onde está e que procura uma prova da morte de Antônio. Verônica vai até à quinta informar Bernardo de que Félix saiu de casa e que o filho já pode voltar. Duarte pergunta a tia se sempre foi esse o seu plano, de ficar com tudo. Bernardo está revoltado, não acredita na mãe e diz que não vai voltar para casa. Verônica volta para casa e se depara com Nazaré vasculhando as coisas. Cheia de raiva, Verônica atira Nazaré das escadas. A queda é violenta, mas ainda assim Nazaré consegue fugir dali.

De volta a casa dos Silva, Nazaré conta à mãe o que se passou, quando começa a sentir dores fortes na barriga. Matilde, alarmada, diz a Toni que ligue para Cláudia. No quarto de hotel, Félix chora, desesperado e completamente perdido, enquanto vê as imagens da morte do irmão e segura uma arma. Cláudia chega na casa de Toni muito preocupada com a amiga. Apressa-se a tentar ouvir o batimento cardíaco do bebê, mas não consegue. Nazaré, em pânico, pergunta se está tudo bem enquanto Cláudia, que mal consegue falar, abana com a cabeça negativamente. Nazaré desaba, num sofrimento atroz, e Matilde e Cláudia não sabem o que fazer. Nazaré acabou de perder o bebê. Laura vai à Atlântida, falar novamente com Verônica por causa da investigação, e a vilã aproveita para dizer que encontrou Nazaré em sua casa.


capítulo 092, quarta, 22 de setembro

Duarte vai a casa de Toni a pedido de Nazaré. Nazaré, desolada, conta que perdeu o bebê porque foi a casa dos Félix, à procura do vídeo da morte de Antônio, e Verônica a flagrou e a empurrou das escadas. Duarte, não conseguindo controlar a raiva e a tristeza pela perda do filho, vai até à Atlântida confrontar Verônica. Duarte encosta a tia na parede e a ameaça dizendo que vai destruir a vida dela e que vai vingar a morte do pai e do filho. Verônica fica com medo. Félix vai até à quinta, visivelmente embriagado, e quer falar com Duarte e com Bernardo para pedir perdão por tudo o que fez. Duarte não está em casa, só o filho. Bernardo, no início fica agitado com a presença do pai, mas acaba por ficar ao seu lado quando Félix se deixa cair no sofá e acaba por adormecer. Em casa, Floriano tenta dar a volta a Ermelinda para que ela esqueça a conversa do divórcio. Floriano a convida para viajar e, quando está prestes a convencê-la, Ermelinda diz que no dia seguinte vão ao cartório tratar do divórcio.

Mauro e Luísa jantam no Restaurante. É o jantar de pedido de casamento. Glória vai servir a sobremesa e Mauro diz a Luísa que coma devagar. Luísa acaba a sobremesa e não se sabe do anel. Mauro grita por Glória. Mauro está passado e culpa Glória. Glória diz que colocou o anel na sobremesa e que Luísa é o que o deve ter engolido. Luísa admite que possa ter engolido o anel sem reparar e aceita, muito feliz, o pedido de casamento. Duarte está de volta à quinta e Bernardo conta que Félix está lá. Diz que chegou embriagado e acabou por adormecer no sofá. Duarte se apressa a pegar as chaves do quarto do hotel e sair. Já no hotel, Duarte remexe o quarto do tio e encontra uma caixa com uma arma e um pen drive. Fica intrigado.

No bar do Hotel, Pipo e Ana conversam com Jorge que lá está também. A conversa decorre quando Jorge, sem querer, se descai e fala do tiro que Carol deu em Pipo. Ana fica muito desconfiada. Joaquim vai visitar a filha e insiste na ideia de ela fugir. Nazaré não quer. Matilde implora à filha que o faça por ela enquanto Joaquim conta a todos qual é o seu plano. No quarto de Félix no hotel, Duarte chora ao ver o vídeo da morte do pai. Vemos a porta do quarto abrindo e é Félix. O tio quer tentar explicar o que aconteceu, mas Duarte está muito revoltado para conseguir ter uma conversa. Félix conta ao sobrinho que foi Antônio quem matou Alfredo e que tudo o que Joaquim disse é verdade. Duarte, fora de si, aponta uma arma para o tio.


capítulo 093, quinta, 23 de setembro

Duarte chora de raiva enquanto aponta a arma para o tio. Bárbara fala, calmamente, com Duarte e o convence de que não adianta nada matar Félix. Duarte consente e abaixa a arma. Já em casa, Félix vê Verônica dormindo no sofá e, de repente, lembra-se da morte do irmão e começa a apertar o pescoço da mulher. Verônica se debate, mas é Erica quem acaba por salvá-la. Félix conta toda a verdade à filha e avisa para que não dê o seu bebê a Verônica. Duarte, muito nervoso, está na recepção do hotel e diz a Laura que viu o vídeo da morte do pai e que prova que foi Félix quem o matou. Bárbara não consegue servir de testemunha, pois chegou depois e não viu nada. Já na quinta, Duarte é honesto com Bárbara e diz que tudo aquilo que Joaquim contou é verdade e que foi Antônio quem matou o pai dela. Duarte diz que ainda vai dá tempo de se reconciliar com a sua família.

Laura está no Restaurante de passagem. Toni conta a Laura que quem lhe encomendou o fogo foi Heitor e que, possivelmente, terá sido ele a filmar a morte de Antônio. Laura vai direto para a casa dos Carvalho e confronta Heitor com o que Toni acabou de contar a ela. Heitor desmente, mas fica tenso com a acusação e assustado de que possam chegar até ele. Ana, que já desconfiava que Jorge era ANON, consegue provar que tinha razão. Ana o denuncia à mãe, que acaba por deter o jovem. O plano para colocar Nazaré fora do país já está em marcha. Toni está agilizando tudo para ir buscar Nazaré, enquanto Glória olha comovida para o filho. Toni sai, deixando para trás o mapa do percurso. Heitor está de chegada ao Tribunal e se depara com uma manifestação contra a violência doméstica encabeçada por Glória e Dolores. Já durante a sessão, Heitor é considerado culpado e condenado a um ano de prisão. Carol chora desolada enquanto Pipo acha que é muito pouco tempo para aquilo que o pai fez.

Na entrada da quinta, Nazaré está na sua moto observando Duarte. Toni chega e diz que agora que já o viu está na hora de ir embora. Nazaré, revoltada, já não quer fugir, mas Toni diz que pense na mãe que não ia superar ver a filha presa. Nazaré, desesperada, arranca na moto. Em casa, Félix vai ao encontro de Cláudia e suplica por ajuda. Diz que perdeu tudo e que quer contar a verdade, fazer justiça e ajudar Nazaré, mas que sozinho não consegue. Ismael os observa e fica alerta. Cláudia aceita, pela amiga, e arranca no carro com Félix. Laura vai até casa dos Silva e tenta descobrir onde está Nazaré. Matias não abre a boca, mas Laura repara no mapa deixado por Toni em cima da mesa. Aproveita para pedir a Matias um copo de água, rouba o mapa e vai embora. Félix e Cláudia estão sendo seguidos. Alguém bate na traseira do carro e Félix perde o controle, acabando por cair numa ribanceira. A pessoa que os seguia incendeia o carro. No ponto de encontro, Matilde e Joaquim estão muito nervosos quando Toni chega, mas sem Nazaré. Esta chega passado pouco tempo a pé. Estão a se despedir quando Joaquim avista o carro de Laura e só conseguem escapar graças a Toni.


capítulo 094, sexta, 24 de setembro

6 MESES DEPOIS

Impaciente, Nuno está à espera de que o psicólogo o chame. Ele vê a notícia com a foto de Nazaré num jornal antigo, da época dos incêndios. O psicólogo chama Nuno para a consulta. O profissional vai tirando dinheiro. Nuno mente e diz que se sente preparado para voltar a ativa, mas o psicólogo não concorda e se recusa a dar alta a ele. Nuno perde a cabeça. Na Espanha, no campo, vemos Matilde jardinando quando Nazaré chega de bicicleta e cumprimenta Diego. Nazaré recorda que já passaram 6 meses desde que ela e a mãe desapareceram. Na quinta, vemos Duarte envolvido com uma mulher. É Bárbara. Os dois fazem amor e o público perceberá que agora vivem juntos. Em casa, Nazaré está cortando pão quando se magoa e corta a mão. Matilde conversa com a filha e pergunta se está com a cabeça em outro lugar. Nazaré pesarosa diz que não consegue esquecer Duarte.

Na cozinha, Duarte e Bárbara tomam o café da manhã enquanto ela o lembra que tem a prova da ementa do casamento. Na entrada da quinta, Duarte está com o agrônomo e com Dolores e se mostra preocupado com o negócio do pomar. No seu quarto na quinta, Bernardo relembra que faz 6 meses que o pai morreu. Olívia o consola e diz que podem ir comprar flores e depois ir ao cemitério. Bernardo não responde e sai para ir trabalhar. Verônica chega à Atlântida e dá de cara com Duarte sentado na sua mesa. Verônica diz ao sobrinho para deixar de ser ridículo e aceitar que o tribunal lhe deu razão. Duarte avisa que não vai desistir até colocá-la na cadeia.

Cris chega e mostra, orgulhoso, à família a medalha pelos 6 meses de sobriedade. Todos o congratulam. Laura chega, entretanto, e conta à família que a sua suspensão se converteu em demissão. Vai deixar de ser polícia por causa das mentiras que Verônica andou contando, mas não quer que a olhem como uma coitadinha. Laura sai, desesperada e a chorar. Luís pede a Bárbara que fique com a banca um pouco. Ela aceita, ainda que contrariada, e desabafa com o irmão que tem medo de que Nazaré volte e afete a vida que ela agora tem com Duarte. Luís comenta com a irmã que a banca dos Silva está fechada porque Toni vai sair da prisão. Toni está a entrar em casa enquanto fala ao celular irritado porque ninguém o foi buscar. Nuno observa-o enquanto se encaminha para casa. De repente, mal Toni chega à sala, estão todos à sua espera. Glória e Matias organizaram uma festa de boas-vindas para ele. Glória comenta com o filho que Bárbara e Duarte se vão casar.

Comunicar erro

Comentários