'A Deusa Vencida' - Capítulo 27: 'A Doença'

Por Redação em 25/11/2021 às 22:52:30

Atenção:
Para conferir todos os capítulos e seguir a ordem cronológica – VALE A PENA – CLIQUE AQUI!

Edmundo (Tarcísio Meira) estava decidido a partir o mais cedo possível. Antes, porém, queria saber do real estado de saúde de Malu (Regina Duarte), para tomar as providências necessárias - sabia que, se houvesse a necessidade de gastos, o pai certamente oporia alguma resistência. Foi procurar o doutor Vieira, que lhe prometera o diagnóstico final após receber os resultados dos exames. Voltou do consultório tristonho e abatido, a ponto de Amarante (Ivan Mesquita) notar. Mostrou ao pai vários papéis.

"Segundo o dr. Vieira..." - Edmundo falava com dificuldade - Malu não tem muito tempo mais de vida..."

Amarante examinava os papéis sem entender... Edmundo continuou:

"Talvez um ano... dois no máximo. É uma anemia incurável, progressiva... doutor Vieira já teve alguns casos iguais." Edmundo falava de costas para o pai, olhando para longe, através da janela. Quando se voltou, viu Malu parada à porta.

"Malu! Você... não ouvi você chegar! Está aí há muito tempo?"

Malu chegou perto dele, preocupada:

"Edmundo, você está pálido! Está se sentindo mal?"

"Não é nada" — desculpou-se Edmundo, "Estava discutindo com meu pai detalhes de minha viagem..."

Amarante saiu da sala, perturbado.

"A verdade é que você não pode esquecer Cecília, não é, Edmundo?"

"Nem um minuto, Malu... jamais amarei outra mulher. Que surpresas a vida nos traz: a estas horas já devíamos estar longe daqui, os dois, juntos para sempre, no entanto... não entendo o que pode ter acontecido! Cecília já tinha concordado em vir comigo..."

Malu tentava consolar Edmundo:

"Agora você viaja e esquece tudo isso... você encontra outra moça.."

"Não igual a Cecília, não igual a Cecília, Malu. Meu amor por Cecília é definitivo — jamais terei outro igual!"

"Quando você parte?"

"Na próxima semana... Malu, você precisa me ajudar... quero saber por que Cecília desistiu de tudo à última hora. Escreva a ela ou, melhor, vá passar uns dias com ela na fazenda e depois me escreva tudo. Vou pedir permissão a meu pai. O passeio fará bem a você... o ar livre, o sol..."

"Por que? Eu não estou doente..."

Edmundo caiu em si:

"Não está doente, mas precisa tomar sol. Você está um pouco anêmica... além do mais Cecília vai gostar da sua companhia... ela deve se sentir muito só, sem amigas, sem o conforto a que está acostumada... casada com aquele sujeito..."

"Está bem, Edmundo. Se o tio deixar, eu vou, se alguém me levar. Vou falar com Narcisa (Ruth de Souza): quando alguém for à fazenda, eu irei junto."

"Escreverei a você toda semana... "

"O tio não vai gostar... você sabe: envelopes, papel, selos..."

"Não importa, deixo dinheiro com você. Quando você souber meu endereço — eu escrevo logo que chegar em Paris - avise Cecília: quero que ela me escreva. Preciso de você, Malu..."

Malu concordou com a cabeça.

"Vou hoje mesmo encontrar Narcisa", disse Malu.

Àquela hora, Narcisa estava guardando em uma grande caixa a roupa que Cecília não pudera levar. A caixa deveria ser despachada por trem. Continha vestidos, roupas de cama e de banho, peças que faziam parte do enxoval novo de Cecília. Enquanto trabalhava, Narcisa ia falando, sem ligar ao fato de estar só:

"Sinhazinha precisa das roupas dela... com certeza aquela gente da roça nem toalha decente usa... lençol deve ser de americano... sinhazinha vai ter tudo a que ela está acostumada... enquanto ela estiver lá..."

"Cecília vai morar sempre lá", disse Maciel (Altair Lima), parado à porta. "Ela agora é esposa de Fernando Albuquerque (Edson França)..."

Narcisa lançou a Maciel um olhar acusador:

"Contra a vontade dela... sinhazinha não vai se acostumar a viver no meio do mato... ela vai sair de lá... sei de uma rezas fortes prá fazer sinhazinha feliz de novo..."

Maciel se impacientou:

"Lá vem você de novo com essas rezas e mandingas... se ao menos adiantasse alguma coisa..."

"Se minhas rezas não ajudam, pelo menos nunca prejudicaram sinhazinha", insinuou Narcisa.

Maciel se irritou com a indireta da criada, mas não disse nada: no fundo, sentia-se realmente culpado de ter entregue Cecília a um estranho a quem a filha não só não amava, como chegava a detestar.

Encontrou Barreto (Augusto Machado de Campos) na biblioteca

"Barreto, queria falar-lhe."

"Tenho uma encomenda do senhor Fernando", lhe disse Barreto. "Ele me pediu que a entregasse somente após o casamento."

Barreto passou a Maciel um envelope. Maciel abriu-o e se surpreendeu.

"Você já sabia disso, Barreto?"

Maciel tinha nas mãos a escritura da casa... em seu nome a casa era novamente sua!

"Senhor Maciel, só ontem eu fiquei sabendo da decisão do senhor Fernando de entregar-lhe a casa... na verdade, o senhor Fernando é que a comprara... a estória do inglês foi invenção minha - exigência do senhor Fernando... não queria, a meu ver, conquistar a simpatia da família Maciel à custa de dinheiro. É um homem de muito bons sentimentos...

"Estou surpreso, Barreto, estou muito surpreso", confessou Maciel, guardando a escritura na escrivaninha. Fernando Albuquerque é um homem singular.

"Singular", pensou Barreto, "hoje em dia é singular quem é honesto e bem intencionado".

Continua...

Não perca a próxima parte deste grande sucesso da TV, a novela "A Deusa Vencida", de Ivani Ribeiro. Capítulos todos os dias (de segunda à sexta), às 19h.

Para conferir todos os capítulos e seguir a ordem cronológica – VALE A PENA – CLIQUE AQUI!

· As imagens deste capítulo não são cenas da novela;

· Capítulo extraído da coleção "Telenovelas Famosas" com original de Ivani Ribeiro, adaptado por Saveiro Jr.