'A Deusa Vencida' - Capítulo 09: 'Malú'

Por Redação em 01/11/2021 às 19:00:00

Maria Luiza (Regina Duarte) tinha o apelido de Malu desde os primeiros anos, tendo ficado órfã aos quinze anos. Veio morar com Amarante (Ivan Mesquita), irmão de seu falecido pai.

Trabalhava como uma criada, já que o tio lhe fazia ver constantemente que era preciso retribuir o que ela recebia na casa. Tinha o apoio de Edmundo (Tarcísio Meira) que a protegia contra os exageros da avareza do pai.

Quando Edmundo começou a cortejar Cecília (Glória Menezes), Malu a conheceu também e as duas se consideravam mutuamente as maiores amigas. Os melhores vestidos que Malu usava tinham sido presente de Cecília. Presente que Malu, a princípio, recebia com certo constrangimento, que desapareceu aos poucos à medida em que a amizade entre as duas moças ia se solidificando.

Aos dezessete anos, Malu é bonita, sem ser uma beleza excepcional. É uma criatura cordata e prestativa. Aparenta uma fragilidade que o tio explica, com dureza, pela infância miserável que Malu tivera.

Quando Barreto (Augusto Machado de Campos) saiu, Amarante se apressou em comentar com Edmundo e com Malu as novas. Repetiu para Edmundo a proibição de casamento, ameaçando deserdá-lo, caso desobedecesse.

Malu, chocada com as notícias, decidiu ir fazer companhia a Cecília; Edmundo se prontificou para acompanhá-la.

Um dos grandes prazeres da vida de Malu era sair a passeio com Edmundo. Às vezes iam ao centro da cidade fazer compras e Edmundo à levava à confeitaria; tomavam um refresco, ouviam música, examinavam livros na Livraria Garraux, na rua Direita e, não raro, Malu participava da "caça à raposa", quando o serviço em casa o permitia.

Desta vez, todavia, ambos iam calados e preocupados. Edmundo deixou Malu no portão da casa de Cecília, prometendo voltar mais tarde para levá-la de volta.

"Malu, não deixe Cecília sofrer... ela não merece o que está passando. Diga a ela que, haja o que houver, estarei sempre do lado dela, apesar do que meu pai disser. Espero que o senhor Barreto não conte a ela o que se passou em nossa casa há pouco..."

"Eu também não quero que Cecília sofra, Edmundo, somos tão amigas, ela é tão boa para mim. Fique tranquilo. Vou fazer tudo o que for possível para amenizar o sofrimento de Cecília."

Edmundo estava estudando Medicina mas, há tempos, vinha insistindo com o pai sobre a necessidade de ir à Europa para terminar os estudos, especializando-se em oftalmologia com os grandes mestres da França e da Alemanha.

O pai, Amarante se opunha, alegando não poder arcar com as despesas da viagem e estadia de Edmundo durante o período de estudos, com o que o filho não concordava.

Amarante era sabidamente um dos homens mais ricos da cidade.

Agora, Edmundo pensava enquanto voltava para casa. Talvez tivesse chegado o momento de tomar uma decisão mais grave já que seu amor por Cecília era profundo e definitivo. Pela primeira vez Edmundo considerou seriamente a hipótese de rompimento com o pai.




Continua...

Não perca a próxima parte deste grande sucesso da TV, a novela "A Deusa Vencida", de Ivani Ribeiro. Capítulos todos os dias (de segunda à sexta), às 19h.

Para conferir todos os capítulos e seguir a ordem cronológica – VALE A PENA – CLIQUE AQUI!

· As imagens deste capítulo são cenas da novela;

· Capítulo extraído da coleção "Telenovelas Famosas" com original de Ivani Ribeiro, adaptado por Saveiro Jr.