'A Deusa Vencida' - Capítulo 08: 'Última Cartada'

Por Redação em 29/10/2021 às 19:00:00

A iniciativa cabia a Barreto (Augusto Machado de Campos) e ele bem o sabia. Decidiu-se. Pegou o chapéu e saiu para a casa de Jorge Amarante (Ivan Mesquita).

Não estava, mas "não devia demorar", informou uma das empregadas. Amarante fora receber os aluguéis das casas que possuía para os lados do Brás.

Amarante, de fato, não tardou. Encontrou Barreto conversando com Edmundo (Tarcísio Meira). Foi seco como sempre.

"Boa tarde, senhor Barreto. Como vai aquela família de esbanjadores?"

la falando e tirando o chapéu e o paletó.

"O senhor Maciel (Altair Lima) e dona Cecilia (Glória Menezes)... estão bem, mentiu Barreto. O senhor Edmundo ainda há pouco esteve com a noiva..."

"É, enquanto o pai se matava para receber uns míseros aluguéis que aquela corja de vagabundos custa tanto a pagar..."

Edmundo não quiz retrucar e pediu licença a Barreto; ia estudar. Amarante continuou com as lamúrias.

"É, senhor Barreto, os tempos estão duros e, se não se abre bem os olhos, fica-se limpo: ladrões por todos os lados, exploradores!..."

Barreto já estava acostumado e esperava o momento oportuno para entrar no assunto que o interessava. O próprio Amarante facilitou as coisas.

"Mas, senhor Barreto, que é que o traz por estas bandas?"

Barreto lançou mão de toda a sua diplomacia.

"Bem, senhor Amarante, considerando que as famílias Amarante e Maciel estão para se unir, nas pessoas do senhor Edmundo e de dona Cecília, parece-me que certos assuntos passam a ser de interesse comum a ambas as partes e..."

"Senhor Barreto, o senhor sabe que eu não faço segredo de que o noivado se fez contra a minha vontade."

"Mas o senhor respeita a vontade de seu filho. De certo modo, o senhor aceita o casamento."

"Aceito e não aceito. Correm certos rumores, senhor Barreto... a respeito da situação... financeira... da família Maciel. Se os boatos confirmarem, então proibirei Edmundo de se casar com Cecília Maciel..."

Barreto se esforçava para corrigir a situação.

"Problemas passageiros, senhor Amarante, problemas passageiros, sem consequências. Aliás, é sobre isso mesmo que vim falar com o senhor."

"Ah, então é verdade. Maciel está em apuros!"

"Dessas coisas que acontecem a qualquer um, senhor Amarante — questão de semanas, de dias até. E, como os nomes Amarante e Maciel estão para se unir, pensei contar com a sua cooperação..."

"Impossível, senhor Barreto. Maciel é um gastador incorrigível: jogo, mulheres, festas! Não posso arriscar meu dinheiro nas mãos de um homem assim... a não ser que ele pretenda vender as casas... a um preço conveniente. Poderei considerar o assunto."

"Mas, senhor Amarante, trata-se de defender o nome da futura esposa de seu filho. É uma questão de família..."

"Não é mais! Agora que já sou sabedor dos fatos, posso tomar uma decisão: proibirei Edmundo de se casar com Cecília... noiva sem dote!"

Barreto não soube o que responder. Despediu-se e já ia saindo, quando Amarante o lembrou:

"Como já disse, se a casa dos Maciel for à venda..."





Continua...

Não perca a próxima parte deste grande sucesso da TV, a novela "A Deusa Vencida", de Ivani Ribeiro. Capítulos todos os dias (de segunda à sexta), às 19h.

Para conferir todos os capítulos e seguir a ordem cronológica – VALE A PENA – CLIQUE AQUI!

· As imagens deste capítulo não são cenas da novela, são meramente ilustrativos;

· Capítulo extraído da coleção "Telenovelas Famosas" com original de Ivani Ribeiro, adaptado por Saveiro Jr.